News

AHK Portugal

Alemanha menos atrativa para investidores

07.06.19 AHK-Wirtschaftsnews

A maior economia da Europa está a perder atratividade para os investidores estrangeiros. Segundo um estudo elaborado pela EY, o número de investidores estrangeiros no país caiu 13 porcento, para um total de 973 projetos. Esta é a primeira quebra de sempre deste indicador desde o início da análise em 2005.

A Alemanha passa, assim, a ocupar o terceiro lugar na lista dos países europeus preferidos dos investidores. O Reino Unido, apesar de uma quebra também de 13 porcento, para 1054 projetos, posiciona-se no segundo lugar de uma lista encabeçada pela França, que assinala um crescimento para 1027 projetos.

Hubert Barth, Diretor Executivo da EY, alerta: “O facto de haver menos investimento estrangeiro na Alemanha é um sinal de alerta – a Alemanha já não é o motor de crescimento da Europa”.

Ainda de acordo com o estudo da EY, as empresas estrangeiras que estão ativas na Alemanha manifestam crescente criticismo em relação à política económica a que estão sujeitas. Neste âmbito, as avaliações negativas subiram de 22 para 37 porcento. Apenas 11 porcento faz uma avaliação positiva da localização, contra 25 porcento no passado.

Os investidores continuam, no entanto, a valorizar fatores como a infraestrutura de transportes, a estabilidade do ambiente político e jurídico, bem como o nível de qualificação dos recursos humanos. Já a flexibilidade do direito laboral, a política fiscal empresarial e os custos do trabalho são encarados de forma muito crítica.

 

Fonte: Deutsche Welle